PISO SOBRE PISO

Quem está reformando a casa, apartamento ou mesmo um estabelecimento comercial e quer diminuir o tempo, o entulho ou a demolição uma saída é realizar o assentamento dos revestimentos um sobre o outro tanto em paredes quanto em pisos. Esse é um tipo de trabalho comum em reformas e é importante tomar alguns cuidados para não ter problemas no futuro, por isso listamos algumas dicas e recomendações para quem está pensando em fazer uso da técnica piso sobre piso.

Iniciando pelas paredes, quando se decide colocar um revestimento sobre o outro nas paredes deve-se prestar atenção nos elementos existentes como acabamentos de registro, bancada e interruptores devendo ser realizado recortes nos revestimentos para instalação nesses locais. Na região da bancada em banheiros ou cozinhas o revestimento final não deve ultrapassar a espessura do rodapia (espelho) por questões de harmonização do ambiente. Se existirem móveis que não serão trocados, recortes nas peças cerâmicas também serão feitos, perdendo-se um pouco de profundidade externa nas laterais desses móveis, mas internamente o mesmo continua igual.

Para os pisos, quando for instalado um sobre o outro é importante respeitar os desníveis dos ambientes. Desníveis são as diferenças que encontramos de um local para o outro exemplo, um banheiro sempre será 3 centímetros no mínimo mais baixo que o corredor, sala ou quarto, o mesmo acontece com a cozinha, lavanderia e demais áreas molháveis da casa, para que a água não escorra desses ambientes para os outros. Com isso, ao se usar a técnica de piso sobre piso deve-se tomar cuidado para que a altura final do revestimento não ultrapasse esse desnível.

Nos dois casos tanto pisos ou paredes é importante ressaltar alguns cuidados na hora de assentar as peças. Primeiro deve-se conferir se o piso antigo está nivelado ou apresenta algum defeito, pois caso exista algum problema esse pode danificar o piso novo instalado perdendo-se as duas peças no final, tanto a antiga quanto a nova. Para a aplicação desses revestimentos é muito importante verificar o tipo de argamassa que será utilizada, visto que a superfície a ser aplicado o novo revestimento é mais lisa que um contrapiso comum, sendo assim a argamassa não pode ser a mesma, exigindo-se uma com maior aderência.  

 

Reformas em apartamentos é obrigatória a presença de um profissional, arquiteto ou engenheiro, responsável pelo projeto e pela execução da obra, pois a aplicação de materiais novos pode alterar o peso ou interferir em partes existentes do edifício, sendo assim o profissional orientará a aplicação dessa técnica e de outras mais. Lembrando que a contratação de um profissional torna sua obra mais segura e de qualidade.